portugues ingles frances espanhol alemao
Apoio ao Cliente
9H-13H e 14H-18H

212 476 500

Faça Login ou
adira ao Portal Líder

Log In | Novo registo
Bem-vindo/a, Visitante
voltar

Construção em clara recuperação no arranque do ano

2017-06-11

O sector da construção sofreu duras quedas nos últimos 11 anos. 2017 parece ser de inversão, com os primeiros quatro meses a serem de crescimento. E é a construção de edifícios que está a impulsionar o sector.

O índice de produção do sector da construção cresceu 1,6% em Abril, tendo em consideração a média móvel dos últimos três meses. Este é o quarto mês consecutivo de crescimento, segundo os dados divulgados esta sexta-feira, 9 de Junho, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A série do INE recua até Março de 2006, com a produção na construção a cair consecutivamente desde então. Não há valores positivos até se chegar a 2017. Nos últimos 11 anos, a primeira valorização homóloga positiva aparece em Janeiro deste ano. E os meses seguintes foram todos de crescimento.

As notícias parecem ser positivas para o sector da construção que esteve em contracção nos últimos anos. Ainda assim, Abril representou um abrandamento no crescimento do sector, já que em Março o aumento tinha sido de 2,7%, o maior de toda a série. E o abrandamento não está relacionado com efeitos de calendário, uma vez que o INE revela o indicador ajustado de efeitos de sazonalidade e calendário.

A contribuir para esta evolução está sobretudo a construção de edifícios. Neste caso, o índice de produção aumentou em Abril 3,1% face ao mesmo período do ano passado, sendo este o quinto mês consecutivo de aumentos.

Já a área de engenharia civil continua a revelar dificuldades, tendo caído 0,7% em Abril, depois de um aumento de 0,2% em Março, o único mês em que cresceu.

"O índice de emprego no sector da construção aumentou 2,0% em termos homólogos (2,5% em Março). Comparativamente com o mês anterior, o índice de emprego apresentou uma taxa de variação de -0,6% (variação de -0,1% em Abril de 2016)", segundo o INE.

Já o "índice das remunerações efectivamente pagas registou uma taxa de variação homóloga de 0,1% (1,2% em Março)."

Fonte: http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/construcao/detalhe/construcao-em-clara-recuperacao-no-arranque-do-ano

DST constrói empreendimento com 50 apartamentos de luxo nas Amoreiras
O Amoreiras Vista terá 50 apartamentos, com tipologias T1 a T6, distribuídos por sete pisos acima do solo. Estará concluído no primeiro semestre de 2019. O grupo DST

Dinamismo do imobiliário impulsiona construção e obras públicas no 1.º semestre
O recorde das vendas no mercado imobiliário até junho, que cresceram 18% em número e 25% em valor, impulsionou a construção e obras públicas. O recorde das vendas no

Construção regista “crescimentos mais intensos” dos últimos 20 anos
Apesar de registar recordes de vendas e assimilar a inversão da tendência de redução do investimento público, a Confederação da Construção diz que peso do sector ainda

Emprego na construção civil cresce 8%
A Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (Fepicop) defende que evolução do emprego até Junho para 310 mil trabalhadores confirma o cenário de

Mais veículos e construção geram maior retoma em quase 17 anos
Retoma ganhou força no segundo trimestre. INE reviu crescimento em alta ligeira, para 2,9%. Meta anual do governo é 1,8% As exportações estão com força, mas as

Obras públicas repontam e chegam a máximos desde a troika em Portugal
O setor das obras públicas voltou a reanimar. Entre janeiro e junho deste ano, foram lançadas empreitadas públicas na ordem dos 1.480 milhões de euros, mais do dobro do valor